ALUNOS DO SESC LER CÁCERES TEM AULA DE CAMPO NO ZOOLÓGICO DA UFMT

Cinquenta crianças aprenderam sobre a fauna do Pantanal

Cinquenta crianças entre 07 a 14 anos estiveram nesta quinta (29) no Zoológico da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) para uma aula de campo. Eles fazem parte do Projeto Habilidades de Estudo (PHE), do Sesc Ler Cáceres. O objetivo da visita é conhecerem na prática o que aprenderam em aulas sobre a fauna do Pantanal.
O coordenador pedagógico do Sesc Ler, Paulo Jean do Carmo Rosa, explica que a unidade está desenvolvendo estudos sobre o Pantanal e suas riquezas e que as aulas de campo facilitam o aprendizado. “A ideia é fazer com que os alunos vejam de perto a realidade que estudaram, estão conhecendo a fauna no zoológico e conhecerão a flora no Sesc Pantanal, em setembro”, explica. 
Ícaro da Silva dos Passos, de 8 anos, que nunca tinha vindo a Cuiabá, afirmou ter gostado de fazer a viagem. “Gostei de ver o cachorro-do-mato, o gavião-real, o macaco e ariranha”. Isabelli Ferreira dos Santos compartilha da mesma opinião. “É muito legal conhecer esses animais, ver os grandes, os pequenos e ver os nomes diferentes”, declarou.
O Projeto Habilidades de Estudos (PHE) é desenvolvido em três unidades do Sesc em Mato Grosso. Além de Cáceres, Poxoréu e Alta Floresta também oferecem turmas para as crianças. Os alunos frequentam as unidades no contraturno das aulas das escolas onde estão matriculados. Em Cáceres, por exemplo, as atividades acontecem no período da manhã e eles estudam nas escolas públicas no período vespertino.
O PHE faz parte do Programa de Comprometimento e Gratuidade da instituição, que estimula que famílias com rendas de até 3 salários mínimos participem de projetos sociais do Sesc. As crianças utilizam parte do tempo com atividades permanentes e diversificadas, como roda de conversa, roda de história, Jogos de sala e jogos de pátio, outras modalidades de recreação, realização de tarefa de casa, mas também tem outras atividades e são encorajados a desenvolver novas habilidades e conhecimentos.
Nessas três unidades também há o projeto de Educação de Jovens e Adultos (EJA), em que frequentam pessoas a partir dos 16 anos com vários níveis de alfabetização. “A maioria dos que participam da EJA tem entre 30 e 60 anos, mas temos uma crescente demanda de jovens ingressando no Projeto”, destaca Paulo Jean do Carmo Rosa.
Na próxima sexta (07/07) será a vez dos 140 alunos do EJA de Cáceres virem ao Zoológico da UFMT.