Março 2018

15/03

17:00

BULIXO - SESC ARSENAL - Arsenal - Sesc Arsenal
  • Valorização do encontro entre familiares, amigos, turistas com artesanato e culinária brasileira para descontração e entretenimento.


15/03

19:30

CINESESC - MÊS DA MULHER - ARSENAL - Arsenal - Cinema
  • Em março, o Cinesesc aborda a temática feminina em diferentes dimensões. Em cinco longas-metragens e três curtas, na sessão de debate, serão abordados a discriminação, o assédio em diversos ambientes e a objetificação da mulher. As produções também trazem importantes reflexões sobre a mulher ser muito mais que sensibilidade, sexualidade e maternidade.

    E na parceria com a Embaixada da Alemanha, apresentamos o drama Para Fora.

     

    PARA FORA

    (Christian, Zübert, Alemanha, Drama, 2013, 95min.)

    Hannes e Kiki são os responsáveis do ano por escolher o destino do grupo de ciclistas do qual participam. Os dois da Bélgica, terra dos chocolates. Todos partem muito animados e percorrem o caminho felizes por estarem juntos. No entanto, Hannes tem uma surpresa pouco agradável sobre sua saúde que ele não consegue mais esconder dos amigos.

    * Cinesesc com Embaixada da Alemanha


    01/03 | 19h30 | Cinema | Gratuito | 14 Anos

     

    PAULINA

    (Santiago Mitre, Argentina, Drama, 2015, 103min.)

    Uma jovem larga sua promissora carreira de advogada para ser professora em uma região pobre da Argentina. Sua escolha é colocada à prova ao ser estuprada por um grupo de alunos que a confunde com outra mulher.

    02, 15 e 29/03 | 19h30 | Cinema | Gratuito | 16 anos

     

    O SONHO DE WADJDA

    (Haifaa Al Mansour, Arábia Saudita, 2012, 98min, Drama)

    Wadjda é uma garota que vive em uma cultura conservadora e seu maior desejo é comprar uma bicicleta para disputar corrida com seu melhor amigo. Porém, encontra dificuldades para realizar seu sonho, pois bicicletas são consideradas perigosas para meninas e Wadjda terá que conseguir sozinha.

    03 e 11/03 | 19h30 | Cinema | Gratuito | Livre

     

    MEU NOME É JAQUE

    (Angela Zoé, Brasil, Documentário, 2016, 72min.)

    Jacqueline Rocha Côrtes é uma mulher transexual brasileira que vive com Aids. Jacque tem a vida marcada por lutas e conquistas. Hoje casada e mãe de dois filhos, mora numa pequena cidade onde leva a vida voltada para a maternidade e a família. Ao acompanhar o cotidiano de Jacque e revisitar sua trajetória, o filme aborda a diversidade e a essencialização do ser humano, e apresenta os inúmeros desafios que foram rompidos pela personagem, levantando uma reflexão sobre o preconceito, a homolesbotransfobia e a identidade de gênero.

    04 e 09/03 | 19h30 | Cinema | Gratuito | 12 anos

     

    ANTES DE MÃES, ELAS SÃO MULHERES

    (Anna Lorenza, Brasil, Documentário, 2017, 86min.)

    Entrevistas com dez mulheres brasileiras, que contam sobre suas experiências e percepções pessoais sobre ser mulher e mãe. O documentário tem o objetivo de despertar reflexão e discussão sobre o que a TV não diz a respeito da maternidade, como o medo, a culpa, o puerpério e a ausência dos pais na paternidade. Busca repensar as possibilidades de mudanças na vida da mulher que passa por essa transformação.

    10 e 18/03 | 19h30 | Cinema | Gratuito | Livre

     

    A CIDADE ONDE ENVELHEÇO

    (Marília Rocha, Brasil, Drama, 2016, 99min.)

    Uma jovem portuguesa que vive no Brasil recebe em sua casa uma amiga com quem já não tinha contato. Surge uma profunda ligação entre elas: enquanto uma lida com a saudade irremediável de casa, a outra vive uma aventura em um novo país.

    08 e 17/03 | 19h30 | Cinema | Gratuito | 16 anos

     

    CURTAS

    VOU CONTAR PARA MEUS FILHOS

    (Tuca Siqueira, Brasil, Documentário, 2011, 24min.)

    Entre 1969 e 1979, 24 mulheres estiveram presas na Colônia Penal Feminina do Bom Pastor, em Recife (PE), porque lutavam por igualdade social e pela democracia em uma época em que o Brasil enfrentava uma ditadura militar.

    QUEM CALA NÃO CONSENTE

    (Cintia Kavaguti, Aline Fornel, Brasil, Documentário, 2016, 15min.)

    A produção mostra casos sobre a violência sexual contra a mulher no ambiente universitário.

    AUTÓPSIA

    (Mariana Barreiros, Experimental, 8 min. RJ, 2016)

    O filme é uma inspeção de como a cultura e a mídia são responsáveis pela objeticação e desumanização da mulher e, portanto, da violência contra ela.

    16/03 | 19h30 | Cinema | Gratuito | 16 anos

    * CineSesc Debate

15/03

19:30

CINESESC - MÊS DA MULHER – SESC RONDONÓPOLIS - Rondonopolis - Espaço Cultural
  • ANTES DE MÃES, ELAS SÃO MULHERES
    (Anna Lorenza, Brasil, Documentário, 2017, 86min.)
    Entrevistas com dez mulheres brasileiras, que contam sobre suas experiências e percepções pessoais sobre ser mulher e mãe. O documentário tem o objetivo de despertar reflexão e discussão sobre o que a TV não diz a respeito da maternidade, como o medo, a culpa, o puerpério e a ausência dos pais na paternidade. Busca repensar as possibilidades de mudanças na vida da mulher que passa por essa transformação.
    01 e 08/03 | 19h30 | Cinema | Ingressos: 1 litro de leite UHT | Livre

    O SONHO DE WADJDA
    (Haifaa Al Mansour, Arábia Saudita, 2012, 98min, Drama)
    Wadjda é uma garota que vive em uma cultura conservadora e seu maior desejo é comprar uma bicicleta para disputar corrida com seu melhor amigo. Porém, encontra dificuldades para realizar seu sonho, pois bicicletas são consideradas perigosas para meninas e Wadjda terá que conseguir sozinha.
    06/03 | 19h30 | Cinema | Ingressos: 1 litro de leite UHT | Livre

    PAULINA
    (Santiago Mitre, Argentina, Drama, 2015, 103min.)
    Uma jovem larga sua promissora carreira de advogada para ser professora em uma região pobre da Argentina. Sua escolha é colocada à prova ao ser estuprada por um grupo de alunos que a confunde com outra mulher.
    13 e 29/03 | 19h30 | Cinema | Ingressos: 1 litro de leite UHT | 16 anos

    DIREITOS, FORÇA, VIOLÊNCIA E HISTÓRIA: DEBATE SOBRE A MULHER NA SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA CONVIDADAS
    VOU CONTAR PARA MEUS FILHOS
    (Tuca Siqueira, Brasil, Documentário, 2011, 24min.)
    Entre 1969 e 1979, 24 mulheres estiveram presas na Colônia Penal Feminina do Bom Pastor, em Recife (PE), porque lutavam por igualdade social e pela democracia em uma época em que o Brasil enfrentava uma ditadura militar.
    QUEM CALA NÃO CONSENTE
    (Cintia Kavaguti, Aline Fornel, Brasil, Documentário, 2016, 15min.)
    A produção mostra casos sobre a violência sexual contra a mulher no ambiente universitário.
    AUTÓPSIA
    (Mariana Barreiros, Experimental, 8 min. RJ, 2016)
    O filme é uma inspeção de como a cultura e a mídia são responsáveis pela objeticação e desumanização da mulher e, portanto, da violência contra ela.
    15/03 | 19h30 | Cinema | Ingressos: 1 litro de leite UHT | 16 anos

    A CIDADE ONDE ENVELHEÇO
    (Marília Rocha, Brasil, Drama, 2016, 99min.)
    Uma jovem portuguesa que vive no Brasil recebe em sua casa uma amiga com quem já não tinha contato. Surge uma profunda ligação entre elas: enquanto uma lida com a saudade irremediável de casa, a outra vive uma aventura em um novo país.
    27/03 | 19h30 | Cinema | Ingressos: 1 litro de leite UHT | 16 anos