Agosto 2018

16/08

09:00

MESTRE CUCA MIRIM - OFICINA DE CULINÁRIA INFANTOJUVENIL - Porto - Cozinha Experimental
  • RECEITA: CASQUINHA DE BALÃO COM FRUTAS

     

    16/08 | 06 a 09 anos e  17/08 | 10 a 17 anos

     

    Cozinha experimental | Inscrições gratuitas na recepção do Sesc Porto | Vagas limitadas

16/08

17:00

BULIXO EM AGOSTO - Arsenal - Varandas
  • Valorização do encontro entre familiares, amigos, turistas com artesanato  e culinária brasileira para   descontração e entretenimento.

    02, 09, 16, 23 e 30/08 | 17h às 22h | Varandas e Jardim | Entrada franca | Livre

16/08

18:00

MAMAÇO COLETIVO - Porto - Jardim
  • O mês de agosto é conhecido como "Agosto dourado", que visa incentivar o aleitamento materno, sendo assim, será promovido o Mamaço Coletivo afim de elucidar a importância do mesmo.

     

    16/08 | 18h | Jardim do Sesc Arsenal | Gratuito

16/08

19:00

OLHAR INTERIOR - MÚSICA AO VIVO - Arsenal - Choperia
  • O melhor da música popular brasileira para descontração no fim de tarde. 

    Branco Barros 03 e 07/08

    Andre  Coruja 04, 24 e 29/08

     Carol Brandalise 10 e 18/08

    Jheo 11, 14, 22 e 30/08

    Trio Pingado 15 e 28/08

    Mariana Borealis16 e 25/08

    Marcia Oliveira16 e 23/08

     Luth Peixoto 21 e 31/08.


    Terça a Sábado | 19h às 23h | Pergolado da Choperia | Couvert R$ 3,00

16/08

19:30

CINESESC PROGRAMAÇÃO DE AGOSTO - Arsenal - Cinema
  • CINESESC COM EMBAIXADA DA ALEMANHA

     

    PAI [BABAI-FATHER]

    (Visar Morina, Alemanha, 104 min, 2014/15)

    Sinopse: Kosovo na década de 1990, antes do ataque sérvio e da guerra que se seguiu: o menino de dez anos, Nori, e seu pai, Gezim, vivem da venda ilegal de cigarros contrabandeados. Gezim quer ir para a Alemanha a qualquer preço, mesmo que para isso precise deixar o filho com parentes. Nori tenta durante muito tempo ficar junto do pai, mas seus esforços acabam sendo vãos. O menino então decide aventurar-se em uma longa e perigosa viagem para procurar Gezim na Alemanha. O reencontro não acontece como ambos haviam imaginado. Não há esperança de um futuro melhor.

    02/08 | 19h30 | Cinema | Gratuito

     

     

    CINESESC: DIFERENÇAS E EFICIÊNCIAS

     

    DANÇANDO COM A DIFERENÇA - ROAD

    (Zito Marques, Brasil, documentário, 2016, 42min.)

    Sinopse: No Teatro Viriato (Viseu, Portugal), durante 3 meses em 2014 desenvolveu-se um trabalho de sensibilização para a inclusão através da dança com diversas instituições que prestam apoio a pessoas com deficiência, com Henrique Amoedo. DANÇANDO COM A DIFERENÇA – ROAD, experiências práticas no âmbito da inclusão através da dança. Zito Marques e Ana Filipa Rodrigues, acompanharam este projeto e um dos resultados é este documentário sensível e revelador da aplicação do conceito de Dança Inclusiva proposto por Amoedo.

    03, 12 e 25/08 | 19h30 | Cinema | Gratuito | Livre

     

    SE ESSE FILME FOSSE MEU

    (Beatriz Craveiro, Brasil, 2015, 17 min.)

    Sinopse:  Um filme de e sobre crianças. O que importa é a relação entre a equipe e aqueles que são filmados; colocando os dois lados em choque, interação, desconhecimento provocado pela presença da câmera.Uma equipe de filmagem se encontra com três meninas com a intenção de realizar um documentário em processo colaborativo. O filme expõe as dificuldades em se lidar com o diferente, sem trazer a Síndrome de Down como tema principal.

     

    ESCUTE

    (Manoela Meyer, Brasil, Documentário, 2015, 25min.)

    Sinopse:  A experiência de um cego que é cineasta. O casal com deficiência visual que não vê qualquer impedimento para deixar de frequentar salas de cinema. A sensibilidade para sonorizar filmes sem enxergar. Este é um documentário sobre percepções de pessoas com deficiência visual a respeito de estética, imaginação e sentimentos no cinema. Também são discutidas questões sobre o cinema como espaço social e cultural e o funcionamento perceptivo e cerebral de videntes e cegos. Com acessibilidade em libras

    09, 18 e 26/08 | 19h30 | Cinema | Gratuito | Livre

     

     

    OUTRO OLHAR – UMA NOVA PERSPECTIVA

    (Renata Sette, Brasil, Documentário, 2014, 26min.)

    Sinopse: A história da estudante gaúcha Renata Basso, que tem síndrome de Down e acaba de concluir o ensino médio, é o fio condutor de um retrato impressionante sobre a educação inclusiva no Brasil. Por meio de entrevistas com professores, colegas de classe, familiares e a própria Renata, o filme mostra que o esforço coletivo torna possível oferecer uma aprendizagem de qualidade a estudantes especiais.

     

     

    OUTRO OLHAR – CONVIVENDO COM A DIFERENÇA

    (Renata Sette, Brasil, Documentário, 2015, 34min.) 

    Sinopse: Outro Olhar – Convivendo com a Diferença' é um documentário que conta a história de um indivíduo para buscar o universal. O individuo, no caso, é Charbel Gabriel, um senhor de 60 anos que ainda trabalha, exercita-se, cuida-se, estuda, interage diariamente com a família e a comunidade e tem síndrome de Down.

    10, 19 e 30/08 | 19h30 | Cinema | Gratuito | Livre

     

    O PODER DE DIANE

    (Fabien Gorgeart, França, Comédia, 2017, 87min.) 

    Sinopse: Sem hesitação, Diane aceitou carregar o filho de Thomas e Jacques, seus melhores amigos. É nessas circunstâncias, não muito ideais, que ela se apaixona por Fabrizio. Com audiodescrição.

    04 e 24/08 | 19h30 | Cinema | Gratuito | 12 anos

     

    COLEGAS

    (Marcelo Galvão, Brasil, Comédia, 2012, 103min.)  

    Sinopse: O ponto de vista de três jovens com síndrome de Down, colegas que se comunicam basicamente por meio de frases célebres do cinema, resultado dos anos em que trabalharam na videoteca do Instituto Madre Tereza. Um dia, inspirados pelo filme Thelma & Louise, resolvem fugir no velho carro do jardineiro em busca de seus sonhos. Com acessibilidade em libras e audiodescrição.

    11, 23 e 31/08 | 19h30 | Cinema | Gratuito | 12 Anos

     

     

    DE CARONA PARA O AMOR

    (Gabriel Mascaro, Brasil, Documentário, 2013, 76min.) 

    Sinopse: Sete adolescentes assumem a missão de registrar por uma semana a sua empregada doméstica e entregar o material bruto para o diretor realizar um filme com essas imagens. Entre o choque da intimidade, as relações de poder e a performance do cotidiano, o filme lança um olhar contemporâneo sobre o trabalho doméstico no ambiente familiar e se transforma num potente ensaio sobre afeto e trabalho.

    05 e 16/08 | 19h30 | Cinema | Gratuito | 10 Anos

     

    Debate sobre “Cinema de Acessibilidade”

    17/08 | 19h30 | Cinema | Gratuito