SEMANA SESC DE LEITURA E LITERATURA

Confira a programação e inscreva-se

A Semana Sesc de Leitura e Literatura tem o objetivo de democratizar o acesso à literatura, fomentar o livro e a leitura, potencializar práticas de formação de leitores críticos, reflexivos e ativos, através de palestras, cursos e espetáculos literários.

 Abertura: 17/04 | Programação: De 24 a 29/04 | Gratuito | Sesc Arsenal

 

LITERATURA SEM PÁGINA - PRODUÇÃO LITERÁRIA NA INTERNET

17/04 | 19h30 | Cinema | Inscrições: http://bit.ly/literaturasempagina

Nos últimos anos, o cenário da literatura produzida na internet tem se fortalecido com a criação de portais, revistas e coletivos que aglutinam parte dessa produção e favorecem o surgimento e a divulgação de escritores e escritoras em diferentes pontos de sua carreira. Em Mato Grosso, é possível apontar, entre esses expoentes, os sites Cidadão Cultura, Parágrafo Cerrado e Ruído Manifesto, juntos do veterano Tyrannus Melancholicus. Em um bate-papo descontraído, componentes desses coletivos falarão do cenário atual da literatura brasileira, do que a rede possibilita de diferente nessa nova conjuntura sócio-tecnológica, das especificidades e objetivos de seus projetos e do que podemos esperar para o futuro.

Palestrantes: Eduardo Ferreira (Cidadão Cultura), Thereza Helena (Parágrafo Cerrado), Matheus Guménin Barreto (Ruído Manifesto) e Lorenzo Falcão (Tyrannus Melancholicus)

Mediador: Santiago Santos

 

 

ARTE DA PALAVRA / REDE SESC DE LEITURAS

25/04 | 19h30 | Cinema | Inscrições: http://bit.ly/debateArtedaPalavra

O projeto Arte da Palavra – Rede Sesc de Leituras é um circuito atuante em todas as regiões do país que estimula a divulgação de autores nas suas diferentes formas de manifestações. Durante o ano de 2018, mais de 70 representantes da diversidade literária brasileira percorrerão todos os estados do país.

A fim de promover o intercâmbio de artistas e a formação de leitores, o projeto tem como objetivo oferecer ações que atuem em toda a cadeia da literatura, incluindo a formação e a divulgação de novos autores, a valorização das novas formas de produção e fruição literária, possibilitadas pela emergência de discursos periféricos e a utilização de novas tecnologias.

Considerando as diversas formas de manifestações literárias, o Arte da Palavra é composto por três eixos: Os Circuitos de Autores e de Oralidades, que promovem o encontro de escritores de diferentes locais do país, com suas diversas dicções, por meio de debates e apresentações artísticas; e o Circuito de Criação Literária, que promove a formação de leitores e o aprimoramento da escrita nas suas diferentes categorias.

Entre março e dezembro, serão realizados mais de 700 encontros, apresentações e oficinas. Confira o Circuito de Autores que passará por Cuiabá, com Daniel Galera (RS) e Melanie Peter (SC).

Daniel Galera nasceu em 1979 e vive em Porto Alegre. Na virada do milênio, participou do cultuado "mail-zine" Cardosonline e da editora Livros do Mal, onde publicou os primeiros livros. É autor de cinco romances, entre eles "Barba ensopada de sangue" e "Meia-noite e vinte”, traduzidos para vários idiomas. Em parceria com o artista Rafael Coutinho, roteirizou a HQ “Cachalote”. Traduziu para o português autores como John Cheever, Zadie Smith e David Foster Wallace.

Melanie Peter é escritora, jornalista e performer. Em seus textos desenvolve pesquisas em torno da liminaridade e das intersecções entre os gêneros literários. Em 2010 lançou o livro, Persona, pela Design Editora. Em 2014 iniciou o projeto “Narrativa Desterritorializada – uma proposta de devir romance na fronteira do gênero literário” com recursos do Ministério da Cultura/Biblioteca Nacional. O resultado do processo foi o livro “Nunca é só uma palavra”, a ser lançado algum dia. Em 2015 integrou o núcleo de dramaturgia do Sesi/PR onde desenvolveu a peça Aporia em Si#, encenada pelo grupo curitibano Teatro de Segunda. Atualmente desenvolve o projeto “Habitar os ecos: Residência na Casa do Sol”, aprovado pelo edital Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura. O projeto visa a produção de textos a partir da imersão na obra e no espaço habitado por Hilda Hilst. As experimentações estão disponíveis em:  https://habitandoecos.wordpress.com

 

 

MULHERES QUE LEEM MULHERES

26 e 27/04 às 19h30

Mulheres que Leem Mulheres é um projeto idealizado pela escritora Penélope Martins que considera a potência de narrativa de cada leitora, a partir de suas próprias vivências, introduzindo a literatura como uma conversa íntima que possa servir de instrumento para discutir o feminismo, e promover, na afirmação das vozes femininas, um diálogo profundo e formativo. Em Cuiabá, a programação contará com mesas de debates; oficinas; narrações de histórias e seleção de obras de autoria feminina para Biblioteca do Sesc Arsenal.

 

PRIMEIRA MESA - POÉTICA DE UM SER PERIFÉRICO, COM MARIA NILDA DE CARVALHO MOTA E MARIANA BOTELHO

26/04 | 19h30 | Teatro | Inscrições: http://bit.ly/MesaPoeticadeumSerPeriferico

Considerações sobre o feminino evocando as desigualdades sociais na busca por um diálogo que garanta eficácia na pluralidade, com Mariana Botelho e Maria Nilda - Dinha. Durante o debate, em alguns momentos, haverá leitura de poemas selecionados pelas convidadas e aberto à plateia.

Maria Nilda de Carvalho Mota, a Dinha. Mestre em Estudos Comparados de Literaturas de língua Portuguesa. Em 1999, participou da Fundação do Poder e Revolução - um grupo de pessoas jovens e adultas que hoje administram o Maloca Espaço Cultural (local onde funciona a Biblioteca Comunitária Livro-Pra-Quê-Te-Quero). Desde os 12 anos, Dinha escreve poemas e há quase dez vem publicando fanzines de poesia, resultados de angéstias, de tempos infelizes. Desses "zines" reunidos, nasceu uma de suas obras, o livro De passagem mas não a passeio.

Mariana Botelho é poeta e fotógrafa. Nascida em Padre Paraíso, no Vale do Jequitinhonha, interior de Minas Gerais, atua diretamente com comunidades quilombolas do Vale, inclusive fortalecendo os debates sobre o feminismo na vida cotidiana. O silêncio tange o sino, seu primeiro livro, foi publicado pela Ateliê Editorial em 2010.

 

SEGUNDA MESA – FAZER POLÍTICA & FAZER POESIA

27/04 | Teatro | 19h30 | Inscrições: http://bit.ly/MesaFazerPoliticaeFazerPoesia

Intersecções sobre a perspectiva individual e as manifestações coletivas que fortalecem o protagonismo da mulher, com Alice Ruiz e Márcia Tiburi. Durante o debate, em alguns momentos, haverá leitura de poemas selecionados pelas convidadas e aberto à plateia.

Alice Ruiz - é poeta, compositora, autora de mais de 20 obras, além de traduções e livros para infância, e antologias que participou no Brasil e em outros países. Ministra oficinas e palestras desde 1990. Recebeu dois prêmios Jabuti de poesia.

Marcia Tiburi - Mestre e Doutora em Filosofia, com ênfase em Filosofia Contemporânea, é autora de diversas obras que têm como temas principais ética, estética, filosofia do conhecimento e feminismo, entre eles a antologia As mulheres e a Filosofia e O Corpo Torturado, além de Uma outra história da razão.

 

 

OFICINA DE CRONINQUIETAS, COM PENÉLOPE MARTINS

28/04 | 08h às 12h | Duração: 04 horas | Inscrições: http://bit.ly/oficinaCroninquietas

Um convite para escrever a partir da simplicidade de observar o cotidiano, imprimindo sobre a realidade a reflexão íntima, a inquietude, o desejo de provocar mudanças e alcançar transformações em si e no todo. Não é preciso ter experiências com a escrita, apenas interesse em leitura e exploração de linguagem.

Penélope Martins é narradora de histórias, escritora, colunista de literatura no blog Toda Hora Tem História, articuladora do projeto Mulheres que Leem Mulheres. Advogada, pós-graduada em Direitos Humanos pela PUC Campinas, dedica-se à literatura para infância e formação de novos leitores desde 2006.

 

 

CURSO DE HAIKAI, COM ALICE RUIZ

28/04 | 14h às 17h  | Duração: 04 horas |  Inscrições: http://bit.ly/oficinadeHaikai

Esse curso se propõe a familiarizar os participantes à técnica do Haikai – poesia mínima de origem japonesa. Dentro da parte teórica temos um apanhado sintético – uma introdução à “filosofia” zen, uma espécie de preparação do espírito para que os participantes se coloquem em “estado poético”.

 

 

NARRAÇÃO DE HISTÓRIA - ÚTERO DO MUNDO, CONTOS DE LÁ PRA CÁ QUE TRAZEM A MULHER NO DESAFIO DE SER VISTA COMO PROTAGONISTA DA PRÓPRIA HISTÓRIA, COM PENÉLOPE MARTINS

28/04 | 14h | Abertura do I Fórum de Contadores de Histórias de MT

 

 

ESPETÁCULO IN-PRÓPRIO PARA DINOSSAUROS, COM IN-PRÓPRIO COLETIVO (MT)

25/04 | 20h | Teatro | 14 anos | Retirar ingresso com 1h de antecedência

A principal relação de afeto que podemos estabelecer com os dinossauros se dá pela via da ficção. Ficcionalizar é dar condições de existência e, nesse caso, de enfrentamento ao que chamamos de realidade. A dimensão e verticalidade dos gigantescos répteis que se encontram nos museus e nas narrativas cinematográficas são como monumentos que afirmam as falotopias do discurso científico. Seus fósseis, compostos do mesmo carbono da nossa corporeidade sugerem metáforas para um tempo-período em que os cenários e as relações estão significados como algo estático, naturalizado, imutável. A partir da escuta da trajetória de vida de mulheres que se colocaram a pensar essas questões, o in-Próprio Coletivo propõe uma obra que alia a aproximação entre as narrativas autobiográficas e o exercício autoficcional. O impulso vital desse projeto é produzir uma ode à desobediência dos códigos jurássicos que insistem em dizer sobre quem somos e o que desejamos.

 

 

SLAM DAS MINAS COM PACHA ANA (MT) E CONVIDADAS

29/04 | 18h às 20h | Salão Social | 18 anos

É um Slam feminino, organizado e composto por mulheres, apresentando suas poesias e poemas, criando uma interação entre as poetas e as ouvintes. A intenção é fazer com que a poeta se sinta a vontade, afinal, o espaço é feminino e de acolhimento. As poesias são livres, com temáticas femininas, abordando a realidade da maternidade, casamento, responsabilidades femininas e dificuldades das vivências em sociedade por ser mulher. Afinal, ser mulher é ser resistência.

 

 

ESPETÁCULOS AGENDAMENTO ESCOLAR

HISTÓRIAS DA NOSSA INFÂNCIA, COM ALICCE OLIVEIRA (MT)

24/04 | 15h | Inf. e agend. (65) 3616-6903 / 6922 ou e-mail: jcsilva@sescmt.com.br

Um Espetáculo musical narrativo, que revive a infância de uma menina da fazenda e as histórias que seus pais contavam. Casa com varanda, quintal , rio, jardim, floresta e um cemitério mal assombrado são ambientes imaginários para conduzir as histórias e canções. Uma viagem lúdica do passado até o presente, que aos poucos revelam quem é esta menina nos dias de hoje. A narradora cria e recria um ambiente repleto de ludicidade, utilizando instrumentos sonoros, bonecos e objetos de cena. Uma grande viagem pelo mundo imaginário.

 

 

ANDIRA E POR QUE CRESCERMOS? COM KIARA TERRA (SP)

25/04 | 15h | Inf. e agend. (65) 3616-6903 / 6922 ou e-mail: jcsilva@sescmt.com.br

Andira é uma ave migratória que é criada acidentalmente por uma família de morcegos. Adapta-se e aprende a viver como eles. Não sem passar por situações engraçadas e surpreendentes! Andira tem amor de sobra mas falta talento para ser morcego!Quando chega o inverno Andira reencontra o bando e sente o chamado é hora de partir, levando sua mãe morcega no coração.

 

 

ESSA CRIANÇA INVENTADA PARECE COM VOCÊ! COM PENÉLOPE MARTINS (SP)

26/04 | 15h | Inf. e agend. (65) 3616-6903 / 6922 ou e-mail: jcsilva@sescmt.com.br

A história de um menino que não quer nem saber pra que serve xampú e que acaba nas garras de um bruxo que adora criança fedorenta (A incrível história do menino que não queria cortar o cabelo - Editora Folia de Letras); a história de uma menina que é princesa sem coroa, sem vestido, mas ao contrário, sendo cientista maluca e inventora de brincadeiras, muito invejada por um duende 'maldengoso' (A princesa de Coiatimbora - Editora Dimensão); essas e outras histórias dos livros já publicados por Penélope Martins.

 

 

O SOM QUE O VENTO CONTA, COM ESTELA CEREGATTI E JHON STUART (MT)

27/04 | 15h | Inf. e agend. (65) 3616-6903 / 6922 ou e-mail: jcsilva@sescmt.com.br

É um espetáculo musical de contação de estórias que viaja a diferentes regiões do mundo, transportando o espectador a lugares inimagináveis. De contos populares brasileiros a um império na China, de uma aldeia dos índios kayapo em Mato Grosso, a um palácio na Espanha antiga. Estela Ceregatti e Jhon Stuart, cuidadosamente entoam estórias musicadas, e como num passe de música, eternizam algumas - escolhidas a dedo pela dupla.

 

 

OFICINAS AGENDAMENTO ESCOLAR

 

 

OFICINA “NARRANDO HISTÓRIAS & MEDIANDO LEITURAS”, COM ALICCE OLIVEIRA (MT)

25/04 - Turma I: 14h às 15h / 25/04 - Turma II: 16h às 17h / 26/04 - Turma I: 14h às 15h /

26/04 - Turma II: 16h às 17h | Inscrições para agendamento escolar: (65) 3616-6903 / 6922 ou e-mail: jcsilva@sescmt.com.br

Ler, cantar, contar e interagir com os livros e as histórias de forma prazerosa e lúdica será um dos objetivos principais desta oficina. Um passeio literário em que a cada encontro a Contadora de Histórias Alicce Oliveira com sua mala, convida as crianças a apreciarem uma leitura literária diferente, aqui os personagens criam vida através dos sons, os livros se transformam em janelas e as páginas criam asas para viajarmos na imaginação. Na mala levaremos objetos sonoros, livros de imagem, livros da literatura infantil, livros com abas, Livros de parlendas, versos e advinhas.

 

 

OFICINA “ENTRE SONS E PALAVRAS” COM ESTELA CEREGATTI (MT)

24/04 - Turma I: 14h às 15h / 24/04 - Turma II: 16h às 17h / 25/04 - Turma I: 14h às 15h

25/04 - Turma II: 16h às 17h / 26/04 - Turma I: 14h às 15h / 26/04 - Turma II: 16h às 17h

Inscrições para agendamento escolar: (65) 3616-6903 / 6922 ou e-mail: jcsilva@sescmt.com.br

A oficina “Entre Sons e Palavras” é um mergulho entre esses dois universos distintos que comumente caminham entrelaçados: a música e a literatura.  Da sonoridade dos poemas, ao som imaginado em uma narrativa. Da música presente em um conto, ao tilintar de uma sílaba. Do som de cada palavra, ao ínfimo canto dos fonemas. A oficina “Entre Sons e Palavras”, com Estela Ceregatti, propõe um jogo de improvisos - onde a imaginação voa livre feito passarinho dentro da gente.

 

 

OFICINA AS NOSSAS HISTÓRIAS PREFERIDAS, COM KIARA TERRA (SP)

24/04 - Turma I: 14h às 15h / 24/04 - Turma II: 16h às 17h / 26/04 - Turma I: 14h às 15h /

26/04 - Turma II: 16h às 17h | Inscrições para agendamento escolar: (65) 3616-6903 / 6922 ou e-mail: jcsilva@sescmt.com.br

Kiara Terra nesta vivência irá utilizar como ponto de partida as histórias preferidas das crianças. Através da narração de histórias interativa fará um trajeto inventivo e muito divertido utilizando objetos do cotidiano e seus mais mirabolantes significados. Uma experiência de encontrar e acolher as histórias que nascem da memória formando algo maior coletivo. Conhecimento que se constrói junto.

 

 

OFICINA “TRANSFORMAR UM PARA TRANSFORMAR O TODO”, COM RUTH ALBERNAZ (MT)

24/04 - Turma I: 14h às 15h / 24/04 - Turma II: 16h às 17h

25/04 - Turma I: 14h às 15h / 25/04 - Turma II: 16h às 17h

26/04 - Turma I: 14h às 15h / 26/04 - Turma II: 16h às 17h

27/04 - Turma I: 14h às 15h / 27/04 - Turma II: 16h às 17h

Inscrições para agend. escolar: (65) 3616-6903 / 6922 ou e-mail: jcsilva@sescmt.com.br

A intenção é proporcionar uma reflexão sobre o processo de desenvolvimento da escrita tendo como base o suporte papel e o contexto ecológico de sua produção.

 

 

OFICINA  “COLORIR O IMAGINÁRIO” COM PENÉLOPE MARTINS (SP)

27/04 | Turma I – 14h às 15h / Turma II – 16h às 17h | Inscrições para agend. escolar: (65) 3616-6903 / 6922 ou e-mail: jcsilva@sescmt.com.br

A proposta é construir poemas a partir de metáforas que sugerem imagens surreais. As crianças são convidadas a ouvir e a dizer poesia de um material colorido e preparado a partir dos livros Quintalzinho e Poemas do Jardim, de Penélope Martins, ambos conectados com a infância de hoje e de ontem numa perspectiva de diálogo intergeracional. Mas como se faz poesia? A brincadeira começará com a criação de frases simples e cotidianas para, com tesoura em mãos, viver a experiência de desmembrar as frases em caixas de palavras que vão formar um grande quebra-cabeças de versos (im)possíveis. O painel de poesia servirá de provocador para criação de poesias visuais com palavras e desenhos.

 

 

OFICINA DE NARRAÇÃO DE HISTÓRIA - PÚBLICO ADULTO

 

OFICINA “MEMORIAR, A QUE SERÁ QUE SE DESTINA? COM REGINA MACHADO (RJ)

24 a 28/04 - 24 a 27/04, das 18h às 22h e 28/04, das 8h às 12h | Carga horária: 20 horas | Inscrições:http://bit.ly/oficinaMemoriar

O objetivo dessa oficina é dispor situações de aprendizagem que envolvam as principais questões ligadas à Arte de Contar Histórias. Trata- se de uma abordagem teórico- poética da Arte Narrativa de Tradição Oral que estuda as relações entre o contador de histórias, o conto e a audiência, centrada no conceito de escuta. As estratégias propõem exercícios de percepção e ativação de imagens internas, bem como e ações de reflexão  em trabalhos individuais e em grupo.

Público-Alvo: educadores, artistas educadores, contadores de histórias, bibliotecários, terapeutas, programadores culturais e outras pessoas interessadas na Arte de contar histórias.

 

 

ESPETÁCULOS ADULTOS

 

SHOW SOLIDÃO NO FUNDO DA AGULHA COM IGNÁCIO DE LOYOLA BRANDÃO (TEXTO), RITA GULLO (VOZ) E EDSON ALVES (VIOLÃO)

24/04 | 20h | Teatro |Retirar ingresso com 1h de antecedência

O espetáculo Solidão no Fundo da Agulha leva o escritor Ignácio de Loyola Brandão aos palcos para contar histórias marcantes da sua vida. Momentos remetidos a canções interpretadas pela cantora Rita Gullo, filha do autor.

 

ESPETÁCULO: NOITE DE CONTOS - NO SILÊNCIO DA LUA QUASE CHEIA - COM REGINA MACHADO

28/04 | 20h | Teatro | 14 anos | Retirar ingresso com 1h de antecedência

Narração de contos da tradição oral de várias culturas do mundo, reunidos por uma investigação das múltiplas vozes e  climas narrativos sugeridos por cada uma dessas narrativas.

 

ESPETÁCULO CHAPEUZINHO VERMELHO COM PROJETO GOMPA (POA)

29/04 | 20h | 12 anos | Teatro | Retirar ingresso com 1h de antecedência

Pela primeira vez no Brasil é encenado o texto Chapeuzinho Vermelho de Joël Pommerat. A obra do autor francês já realizou mais de 800 apresentações na Europa, sendo um dos nomes mais relevantes da dramaturgia contemporânea mundial. A encenação brasileira propõe estética de teatro adulto ao mesmo tempo em que a fábula é pensada também para crianças. Enquanto o narrador conta a história, imagens e sons vão sendo produzidos diante do espectador por meio da dança, da transformação cenográfica, da música e do uso de microfones que permeiam o espetáculo.

 

 

I FORUM - CONTADORES DE HISTÓRIAS DE MATO GROSSO

28/04 | 08h às 12h | Cinema

Os grupos representantes de cada município estão convidados(as) a compartilhar um panorama resumido das atividades e projetos narrativos que desenvolvem em suas cidades. Apontando os resultados obtidos; as dificuldades encontradas para a realização e/ou manutenção destas atividades. Ao final de cada fala propor uma sugestão para valorizar e promover a Arte de Contar Histórias no Estado.

Organização de Alicce Oliveira e Co-realização de Sesc Mato Grosso

 

 

SARAU DE HISTÓRIAS

28/04 | 14h às 17h | Salão Social

 

Participantes de:

CUIABÁ: Vinícius Rangel, Denis Moraes, Mariana de Oliveira Neves,  Tatiana Barbosa da Silva

ALTA FLORESTA: Cássia Dall'Igna

TANGARÁ DA SERRA: Even Nayre Foseca Batista

NOVA MUTUM: Flávio Henrique Vieira da Silva

CÁCERES: Rosângela Rocha e Joe Duarte

SINOP: Rauany Lopes Gomes

CAMPO NOVO DOS PARECIS: Van Cesar

COMODORO: Regina Catelani

BARRA DO GARÇAS: João Luiz do Couto e José Alves

PRIMAVERA DO LESTE: Wanderson Lana

 

 

INTERVENÇÕES LITERÁRIAS

28/04 | 16h às 20h | Jardim

 

OCUPAÇÃO LITERÁRIA “PRAIA DE LEITURA” COM MUDA PRÁTICAS (SP)

Na PRAIA DE LEITURA montamos um ambiente para leituras ao ar livre com oito cadeiras de praia, quatro guarda-sois e o apoio de dois mediadores. Cada cadeira de praia tem uma bolsa de livros, para a pessoa escolher e ler ali mesmo à sombra do guarda-sol.

O acervo é de cerca de 50 livros, com crônicas, poesias, contos e livros-imagem, para crianças, jovens e adultos aproveitarem o prazer de ler num espaço de leitura ao ar livre. Os facilitadores-mediadores, cada um deles com uma bolsa de livros, circulam pelo espaço convidando as pessoas à leitura e oferecendo outros títulos além dos que estão nas cadeiras.

FUSCA SEBO COM MARÍLIA BONNA E THIAGO SINOHARA (MT)

Um fusca 1969, uma vitrola, uns livros: você conhece agora Rua Antiga, um sebo itinerante cuja proposta é levar arte para as ruas de Cuiabá.